logotipo

Mulheres de Dizem Sim

Graduação: 7° VIIb A0 E2 D4

Localização: Pedra da Gávea - São Conrado ( Rio de Janeiro )
Conquistadores: Cadu Spencer, Miguel Monteza, Alexandre Charão, Rafael Rossi
Clube: Clube Excursionista Carioca
Ano: 2014

( Clique na imagem para ver o croqui ampliado )

imagem
Versão PDF (para impressão)

imagem
Versão PDF (para impressão)


Informações sobre a via:


A via possui aproximadamente 600 metros de extensão, feitos em 13 enfiadas até um grande totem aos pés do imponente cume sul da montanha, de onde segue-se em vara-mato até o topo. Toda em proteção mista e com pouquíssimos lances em artificial, as "Mulheres" talvez sejam a maior via de escalada da cidade do Rio de Janeiro.

Basicamente, a via é dividida em duas partes por um grande platô onde bivacamos algumas vezes durante a conquista. A primeira parte da via (até o grande platô) possui bonitos lances em agarras e aderência que não devem passar de 5sup A0. Neste trecho existe uma grande laca horizontal com 15 metros de extensão (a qual apelidamos de "bota") toda protegida em móvel. Por si só, essa parte da via (sete esticões com proteção mista e boas colocações) já representa uma boa aventura.

Após o grande platô, na segunda parte da via, a parede fica mais vertical e as "Mulheres" mais exigentes: enfiadas de sétimo grau em lances de agarras, transpondo frisos, pequenos diedros, fendas e buracos que, além de propiciarem bonitos lances, permitem a colocação de proteção móvel.

O grau sugerido para via é 7º VIIb A0 E2 D4. As proteções fixas são em grampo de 1/2" e os artificiais em parafuso. Deve-se levar um jogo completo de camalots com os números 02 e 03 repetidos e um jogo de stoppers. Pode-se rapelar de qualquer parte da via com uma corda de 60 metros.

Acesso:

Entre pelo terreno baldio logo após a casa nº 1000 na Estrada do Joá, vindo de São Conrado. Existe uma entrada de trilha bem no meio do terreno próximo a um ponto d’agua. Suba aproximadamente 50 metros, vendo o muro da casa nº 1000 à sua direita. Quando chegar à "esquina" deste muro, prossiga por detrás dele (bem perto), contornando (costeando) o terreno. Ao fim do muro, suba em diagonal para a direita até encontrar uma cerca de arames farpados fixos em pilaretes de concreto. Suba em paralelo à cerca de arames farpados até ela encostar em um boulder, onde é fácil pular. Continue subindo e em poucos metros você irá visualizar dois totens de pedras empilhadas e talvez alguma árvore com marcação feita em fita cor amarelo e preto. As fitas cor amarelo e preto marcam a trilha que vem do "Campus Ecológico do Joá", uma propriedade privada que fica logo abaixo. Suba essa trilha que termina justo na base da via. É importante memorizar (marcar) o ponto onde você encontrou a trilha do Campus (fitas cor amarelo e preto).

Caso não faça o cume da montanha, na descida, tenha extrema atenção para sair da trilha do Campus ( fitas cor amarelo e preto) no mesmo ponto onde você entrou quando estava subindo. Caso contrário, você irá incomodar (ou mesmo assustar) o pessoal do Campus, especialmente à noite.

Boa escalada!

Cadu Spencer (caduspencer@gmail.com)
Thu Oct 16 13:30:22 2014



Clique aqui para colocar novas informações.


Retorna ao índice de vias
admin Última atualização: $ $
(C) 1998-2007 - Clube Excursionista Carioca Valid XHTML 1.0! Valid CSS!